Manometria Esofágica

A manometria esofágica é um exame diagnóstico que tem por objetivo estudar o funcionamento de todo o esôfago, por meio de medições de pressões.

A manometria esofágica é um exame diagnóstico que tem por objetivo estudar o funcionamento de todo o esôfago, por meio de medições de pressões. Essas informações são processadas por um computador e formam gráficos, através dos quais é possível avaliar se existe alguma doença que esteja provocando os sintomas do paciente.


As informações fornecidas por este exame são de grande valia nos casos de doenças próprias do esôfago e ou doenças sistêmicas com manifestações esofágicas. É importante também nos casos onde o paciente será submetido ao tratamento cirúrgico. A manometria também é indicada para os pacientes que serão submetidos a pHmetria esofágica prolongada, pois é manometria que determina com precisão o lugar exato onde deve ser colocado o cateter da pHmetria. A duração da manometria é o tempo de uma consulta médica. Como não há sedação, assim que termina o exame o paciente pode se alimentar, dirigir e trabalhar sem problema.


Como é realizado o exame?


A manometria esofágica é um procedimento ambulatorial realizado sem sedação.



O teste geralmente dura cerca de 20 a 30 minutos.


Como a manometria esofágica pode ajudar no diagnóstico de doenças?


O esófago é um tubo muscular que liga a garganta com o estômago. Quando o alimento é impelido por uma onda de deglutição da boca para o esófago, uma onda de contração muscular começa na parte superior do esôfago e percorre todo o comprimento do mesmo (referido como o corpo do esófago), assim impulsionando o alimentos do esófago para o estômago. Nas extremidades superior e inferior do esófago existem dois locais de músculo especializado chamados esfíncter superior e inferior esofágicos. Em repouso (isto é, quando não houve nenhuma deglutição) os esfíncteres geram pressão que impede a passagem de qualquer coisa através deles. Como resultado, o material dentro do esôfago não pode voltar-se para a garganta, e ácido do estômago e seu conteudo não pode retornar para o esôfago. Quando ocorre uma deglutição, ambos os esfíncteres relaxam durante alguns segundos, para permitir que o alimento passe através do esófago para o estômago.


O uso mais comum para a manometria esofágica é avaliar o esfíncter inferior do esôfago e a musculatura do corpo do esôfago em pacientes que têm doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). Manometria muitas vezes pode identificar a fraqueza no esfíncter esofágico inferior que permite que o ácido do estômago e conteúdo possam retornar para o esôfago. Também podem identificar anormalidades no funcionamento da musculatura do corpo esofágico.


Manometria pode ajudar a diagnosticar várias doenças do esôfago, por exemplo, acalásia é uma condição em que o músculo do esfíncter esofágico inferior não relaxa completamente com cada deglutição. Como resultado, a comida fica retida dentro do esófago. Função anormal do músculo do corpo do esófago, também pode resultar em dificuldades na deglutição de alimentos e até de saliva.. Por exemplo, pode haver falha no desenvolvimento da onda de contração muscular (como pode ocorrer em doentes com esclerodermia ) ou todo o músculo esofágico pode contrair ao mesmo tempo (como num espasmo esofágico).


A manometria, revela a ausência de onda no primeiro caso, e a contração do músculo em todo o esófago, ao mesmo tempo, ou espasmos, no segundo caso.O funcionamento anormal do músculo do esôfago também pode causar episódios de dor intensa no peito que podem imitar a dor do coração (angina ). Essa dor pode ocorrer se o músculo entra em espasmo esofágico. Em ambos os casos, a manometria pode identificar a anomalia muscular.

Voltar
Nossos Convênios
GastroMed Garanhuns

Gastromed Garanhuns

Av. Gonçalves Maia, 144

Heliópolis - Garanhuns-PE

87 3762-0809

87 9 9649 8046 TIM (WhatsApp)

87 9 8139 7900 VIVO

© Copyright 2019 - GastroMed Garanhuns - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium